MILITARES DE PORTUGAL
Caro visitante/caro membro,desde já lhe dou as boas vindas a este fórum (que se encontra em construção) de homenagem às Forças Armadas Portuguesas e a todos os seus ex e actuais valorosos militares que asseguraram e asseguram a independência deste nosso Portugal.Tem ainda como finalidade,proporcionar a transmissão de conhecimentos entre as várias gerações de militares bem como pretende ser um espaço de convivio entre as mesmas.Espero que disfrute deste espaço e que o mesmo seja do seu agrado pois ele também é seu.
Um bem haja.

MILITARES DE PORTUGAL

FORÚM DE HOMENAGEM ÁS FORÇAS ARMADAS PORTUGUESAS
 
InícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Regimento de Artilharia nº5 ( RA 5)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
NE
Admin
Admin


Mensagens : 110
Data de inscrição : 21/05/2009
Idade : 43
Localização : Margem Sul

MensagemAssunto: Regimento de Artilharia nº5 ( RA 5)   Seg Set 28, 2009 1:26 am

[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]


Armas
- Escudo de vermelho, uma pala endentada de ouro, carregada de um alerigo de negro;
- Elmo militar de prata, forrado de vermelho, a três quartos para a dextra;
- Correia de vermelho, perfilada de ouro;
- Paquife e virol de vermelho e de ouro;
- Timbre: Um leão rampante de ouro, segurando nas garras dianteiras uma granada de negro acesa de vermelho;
- Condecoração: pendente do escudo a Medalha de Ouro de Valor Militar;
- Divisa: num listel de prata, ondulado, sotoposto ao escudo, em letras de negro, maiúsculas, de estilo elzevir "BRAVOS E SEMPRE LEAIS".

Simbologia e Alusão das Peças
- O VERMELHO do campo lembra a explosão como fenómeno que está na origem do desenvolvimento e importância da Artilharia no combate.
- A PALA ENDENTADA representa a ponte das barcas sobre o rio Douro, destruida pelas forças napoleónicas em 1809 - episódio que serviu de ponto de partida para a redobrada resistência contra as tropas invasoras e que permitiu da margem sul donde partiu a reconquista da cidade do Porto; alude também à importância estratégica do rio e ao dominio sobre este exercido pelo Regimento.
- O ALERIGO, ave desprovida de bico e de garras, alude à vitória alcançada sobre as àguias napoleónicas, nomeadamente na conquista da cidade do Porto em 1809, operada a partir da posição da Serra do Pilar, com uma ousada e bem-sucedida travessia do Douro pelas tropas anglo-lusas.
- O LEÃO, animal tradicionalmente associado à imagem de força e de poder, alude ao Exército Português.
- A GRANADA, um dos simbolos da Artilharia, representa, com a sua chama acesa, o estado de vigilância constante necessário para se assegurar uma defesa eficaz do solo pátrio.
- A DIVISA "BRAVOS E SEMPRE LEAIS", expressão usada durante as campanhas napoleónicas para definir o comportamento exemplar dos soldados das unidades predecessoras deste Regimento, relembra duas das mais altas qualidades que devem ser apanágio de todo militar: bravura e lealdade.


Os Esmaltes Significam
- O OURO, nobreza e constância;
- O VERMELHO, fogo, ardor, bélico e força;
- O NEGRO, firmeza e constância nas adversidades


[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

Historial do RA 5

A utilização do local onde actualmente se encontra o RA 5, por Unidades militares remonta ao ano de 1763 com a constituição do Regimento de Artilharia do Porto, o qual é extinto como RA4 em 1829. A Serra do Pilar em 23 de Setembro de 1834 é elevada a fortaleza e em 20 de Fevereiro de 1835 a praça de guerra de 1ª classe por decreto da rainha D. Maria II, data a partir da qual passou a ser utilizada como Unidade Militar. Em 1878 é criada a Brigada de Artilharia de Montanha, sendo a mesma instalada na Serra do Pilar em 1889, ai se mantendo até ser extinta em 1897. São instaladas na Serra do Pilar as Batarias Destacadas do RA6 em 1897, RA4 em 1899, ambas de Penafiel, e do RA5 de Viana do Castelo em 1902. Em 1911 é sediado na Serra do Pilar o RA6 (Montada), o qual é considerado a Unidade de origem do actual RA5. Em 1921 toma a designação de RA6, no ano de 1926 designa-se de RA5, para no ano seguinte, 1927, chamar-se RAL5. Em 1939 devido à reorganização do Exército é criado o RAP2, tendo em 1975 tomado a designação de RASP, para em 1993 assumir a actual designação RA5. Herda o património histórico do RA4 (Porto) extinto em 1829, do Grupo de Artilharia de Montanha Nº 2 (Amarante - 1927) e do RAL5 Montada (Penafiel - 1965).


CONDECORAÇÕES:

1 Medalha de Ouro de Valor Militar
1ª Brig Art Montanha - Moçambique 1895
4 Medalhas de Cruz de Guerra de 1ª classe
2ª Btr/5º Grupo de Btr Art/CEP - França 1918
3ª Btr/6º Grupo de Btr Art/CEP - França 1918
4ª Btr/5º Grupo de Btr Art/CEP - França 1918
Comp Art 1688/CTI Guiné - Guiné 1964/74

MISSÃO:

O Regimento de Artilharia Nº 5 apronta um Grupo de Artilharia de Campanha e forma militares na área da formação geral comun.

POSSIBILIDADES:

Garantir a prontidão de um Grupo de Artilharia de campanha;
Ministrar Cursos de Formação Geral Comum de Praças;
Colaborar em acções no âmbito das outras missões de interesse público, conforme lhe for determinado;
À ordem, garantir a execução de salvas, nos termos establecidos pelo RCHM
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://militaresportugal.forumeiros.com
 
Regimento de Artilharia nº5 ( RA 5)
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Hurssads 7°regimento(54mm)

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
MILITARES DE PORTUGAL :: EXÉRCITO PORTUGUÊS :: Artilharia-
Ir para: